Voltar
[Entrada da Barra do Tejo, desde o Mar da Palha a Cascais]
Alexandre Massai
Partilhar no Facebook
[Entrada da Barra do Tejo, desde o Mar da Palha a Cascais]<br>Alexandre Massai<br>

Título:
[Entrada da Barra do Tejo, desde o Mar da Palha a Cascais]

Designações:

Desenho


Autorias:

MASSAI, Alexandre (? - 1638)


Nº inventário:
MC.DES.1402.34

Cronologia

Dimensões


Mais informação

Desenho inserido no códice Descripção do Reino do Algarve, fólios 79 e 80. 

João Vicente Casale (1539-1593) e seu sobrinho, Alexandre Massai, engenheiros e arquitetos italianos, foram enviados a Portugal pelo rei Filipe I de Portugal, com o objetivo de estudar o reforço militar da barra de Lisboa. Chegados em 1589, Massai foi destacado para a construção do forte de São Lourenço da Cabeça Seca, mais conhecido por Forte do Bugio, que ainda hoje marca o acesso a Lisboa por mar. Em 1617, já no reinado de Filipe II de Portugal, foi encarregue da elaboração de um relatório sobre o assoreamento da barra do Tejo. 

Parte considerável do seu trabalho desenvolveu-se no Algarve e na costa alentejana, estando documentado na construção dos fortes da ilha do Pessegueiro, de Vila Nova de Milfontes e de Sines. Efetuou ainda o levantamento das fortificações da costa sul do reino, de Cacela a Sagres, e muitas outras da costa alentejana. Desta atividade, resultou o manuscrito Descripção do Reino do Algarve, códice de conteúdo militar realizado num momento em que a costa portuguesa era objeto de reforço para melhor responder ao ataque de corsários.

Copyright © Museu de Lisboa - Todos os direitos reservados
in web. Acesso online à Coleção. Sistemas do Futuro