Pesquisa por: Calcário [ Material ]
Partilhar no Facebook

Título:
[Lápide funerária de Al-Abbas Ahmad]

Nº inventário:
ML.ARQ.0808

Cronologia

Dimensões


Mais informação

Cabeceira de sepultura de Al-Abbas Ahmad, habitante da comuna muçulmana de Lisboa, que morreu no dia 17 de junho de 1398, uma segunda-feira (dia 1 de sawwal do ano 800 da Hégira) conforme inscrição na face principal. A lápide integra uma citação do Corão - em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso – e, no rebordo, um texto de carácter piedoso: que Deus tenha piedade dele (leitura de Janine Sourdel, 1962).

O principal cemitério islâmico (almocávar) na Lisboa medieval localizou-se na encosta ocidental da Graça e de Nossa Senhora do Monte, de onde esta peça deve proceder. Em 1497, D. Manuel I ordenou que as cantarias dos cemitérios muçulmanos (que incluía as cabeceiras de sepultura), fossem canalizadas para o estaleiro do Hospital Real de Todos-os-Santos, então em construção.

A peça foi identificada por Irisalva Moita em 1962, durante obras de acompanhamento da construção do metropolitano de Lisboa, nos alicerces de um edifício que lhe pareceu anterior ao hospital. A ser assim, a lápide teria sido reaproveitada antes de 1492, ano de arranque daquele monumental equipamento assistencial, o que pressupõe que o desmantelamento do almocávar tenha também sido iniciado antes da ordem régia de 1497. Em alternativa, é possível que o muro identificado por Irisalva Moita correspondesse a um embasamento do hospital, o que justificaria a diferença de espessura e orientação em relação às paredes daquele edifício.

Copyright © Museu de Lisboa - Todos os direitos reservados
in web. Acesso online à Coleção. Sistemas do Futuro