O museu não detém a propriedade de direitos autorais e não se responsabiliza por utilizações indevidas praticadas por terceiros. Saiba mais


[São Vicente]
MC.ESC.0290

Cronologia

Dimensões

Mais informação

O diácono Vicente tornou-se santo pelo martírio, razão pela qual ostenta a palma, símbolo dos mártires cristãos. Nascido possivelmente em Huesca, pregou a fé cristã em Saragoça e foi perseguido no tempo do imperador Diocleciano (inícios do século IV). Condenado à morte em Valência, o seu corpo terá sido lançado a um pântano para ser devorado por feras, mas foi milagrosamente poupado pela ação protetora de um corvo. Foram também corvos que velaram o seu corpo durante séculos e que acompanharam as suas relíquias até Lisboa, numa noite de setembro de 1173.  

 

Esta pequena imagem figurou na exposição alusiva ao 8.º centenário da trasladação das relíquias de São Vicente para Lisboa (1973) e, pouco depois, foi adquirida pela Câmara Municipal para o Museu da Cidade. Produção de uma anónima oficina coimbrã de escultura do século XV, era destinada a ornamentar um altar.

A carregar...

Copyright 2022 © Museu de Lisboa Todos os direitos reservados
in web Acesso online à coleção Sistemas do Futuro